Foto
17 mar

Mercado agropecuário se destaca, mas exige precaução e

Setor alcançou resultados positivos em 2015 e estima crescimento neste ano. Feiras como a TECNOSHOW COMIGO são oportunidades para alavancar ainda mais a economia do segmento Ao contrário de outros setores que têm sofrido com os efeitos da recessão econômica, com índices negativos, demissões e prejuízos, o agropecuário se manteve aquecido em 2015. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Produto Interno Bruto (PIB) agropecuário subiu 1,8% em relação ao ano de 2014, principalmente por causa de culturas como soja e milho. Esse resultado revela a

VER NOTÍCIA
Foto
10 mar

Exportações do complexo soja somam US$ 1,66 bilhão no

Embarques de soja em grão e de farelo, em volume, aumentaram, respectivamente, 155% e 27%, na comparação com o mesmo período de 2015, enquanto as saídas de óleo de soja caíram 35%As exportações brasileiras do complexo soja totalizaram US$ 1,66 bilhão no primeiro bimestre de 2016, de acordo com dados divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).Do total, US$ 862,98 milhões (52,1%) referem-se às exportações de soja em grão, US$ 701,87 milhões (42,4%) representaram as vendas externas de farelo e

VER NOTÍCIA
Foto
05 mar

Frango cai uma posição e milho agora é o líder da pauta

A carne de frango in natura – quarto principal produto exportado pelo Brasil em 2015 e sexto produto da pauta em janeiro de 2016 – perdeu mais uma posição: com uma queda de receita de 8,70% em relação ao mesmo período do ano passado - resultado que, por sua vez, conduziu a uma redução de participação da ordem de 4,23% - fechou o primeiro bimestre do ano no sétimo lugar.Comparativamente ao posicionamento obtido em janeiro, a carne de frango foi ultrapassada pelo açúcar em bruto e pela soja em grão. Ou seja: poderia ter caído para a 8ª posição não fosse um recuo, ainda

VER NOTÍCIA
Foto
05 mar

Setor agropecuário contribui para o maior saldo comercial

A CNA destaca que açúcar e etanol foram fundamentais para esse recorde histórico da balança comercial de fevereiroO Brasil obteve no mês passado o maior saldo comercial para um mês de fevereiro, desde 1989, quando se iniciou a série histórica, segundo divulgou o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). O país obteve um superávit de US$ 3,04 bilhões na balança comercial do mês. Somando-se ao resultado de janeiro, o Brasil já acumula, em 2016, um saldo de US$ 3,97 bilhões com seu comércio exterior, o melhor resultado para um primeiro bimestre desde

VER NOTÍCIA