SELECIONE UMA ABA PARA VISUALIZAR OS TEMAS



Tema: Planeta Terra: A casa que eu te aluguei

O circuito propôs aos visitantes as seguintes perguntas: como será que deixaremos nossa casa para as futuras gerações? Quais as implicações ao meio ambiente das explorações econômicas inadequadas?

No primeiro ano do Circuito Ambiental na TECNOSHOW COMIGO, estes e outros questionamentos iam surgindo conforme o visitante se deparava com os cenários. O grande mote do Circuito, montado em uma área de 1.200 metros quadrados, através de 70 cenários, projetada pelo técnico em educação ambiental da Emater-PR, Hamilton José Lisboa (in memorian), foi o de incitar à reflexão sobre os danos que o planeta vem sofrendo.

Tema: Os dez mandamentos da sobrevivência

Um labirinto verde, com 35 cenários diferentes e auto-explicativos, alertando as pessoas para a importância da conscientização ambiental e da preservação dos recursos naturais, principalmente a água. Neste ano, mais de 15 mil pessoas, entre crianças, jovens e adultos, passaram pelo local. A atração, elaborada pelo , técnico em educação ambiental da Emater-PR, Hamilton José Lisboa (in memorian), ocupou uma área de 1.080 metros quadrados.

Tema: A história do Zé e a história do João

Conscientizar a respeito do grande valor que a atividade agropecuária possui, tanto para a renda dos produtores e trabalhadores rurais, quanto para gerar matéria-prima para a vida na cidade grande. Esta foi a temática do Circuito Ambiental em 2009, projetada pelo técnico em educação ambiental da Emater-PR, Hamilton José Lisboa (in memorian).

O pano de fundo para a mensagem foi a história de duas famílias que trabalham no campo, a do Zé e a do João. Ela foi contada por meio de 67 cenários colocados ao longo da trilha de 400 metros, por onde os visitantes percorreram ao entrar no local. O Zé e família, desmotivados, foram para a cidade tentar a sorte. Não deu certo devido ao despreparo para o enfrentamento dos obstáculos que surgiram. Resultado: alguns morreram, outros se transformaram em mendigos. A família do João, motivada, estudou e voltou ao campo, transformando a fazenda em uma empresa rural. Todos prosperaram numa prova de que a pessoa encontra a felicidade na sua origem.

Tema: Um Prato Cheio de Reflexões

O tema de 2010 mostrou aos visitantes, através de 50 cenários, a importância do consumo consciente dos alimentos. Mostrando as razões pelas quais embora se produza muito alimento, ainda existam pessoas passando fome no mundo.

Para isso, o circuito foi dividido em partes distintas:

- Primeira: fez uma pequena introdução histórica da origem da produção agropecuária no mundo e no Brasil;

- Segunda: mostrou os fatores que levam ao desperdício de alimentos e qual seu reflexo para a população e o meio ambiente;

- Terceira: mostrou quais as atitudes que poderiam ser adotadas para a redução deste desperdício.

O Circuito de 2010 foi elaborado pelo agrônomo da COMIGO, Eduardo Hara.

Tema: Frutos da Natureza Humana

O Circuito Ambiental deste ano terá como tema: "Os Frutos da Natureza Humana", que foi elaborado pelo engenheiro agrônomo da COMIGO, Eduardo Hara. Ele adiantou que nesta edição o Circuito não abordará especificamente a degradação da natureza. "Este ano vamos falar da natureza humana e como ela tem ameaçado a existência dos animais e do próprio homem", explicou ele.

Segundo Hara, a ideia é impactar e sensibilizar os visitantes para a autossustentabilidade. Para este ano 45 cenários vão retratar as consequências que a vida em sociedade tem causado às futuras gerações. "Queremos fazer um balanço entre o mundo industrializado e os valores éticos e morais", explicou. De acordo com Eduardo, as pessoas não precisam deixar de consumir ou de ganhar dinheiro para manter a vida na Terra ou para preservar a natureza. "Esperamos que as pessoas possam ganhar seu dinheiro, mas que isso seja de forma eficiente, sustentável e sem exploração. Queremos que as pessoas continuem a consumir, mas racionalmente, equilibradamente, deixando de lado a ostentação e o desperdício e valorizando a racionalização e a reciclagem", enfatizou. 

Para o Eduardo Hara, a exploração dos recursos naturais segundo os modelos dominantes atualmente, envolve grande dose de irracionalidade e desperdício, e pode em pouco tempo levar ao esgotamento irreversível dos recursos renováveis.

Sobre a estrutura, o coordenador do Circuito Ambiental, Wanderlan Arantes Pontes, disse que haverá uma inversão das portas de entrada e saída. "A entrada agora será onde era a saída no ano passado". Ele salientou que tudo está sendo preparado para proporcionar às pessoas uma experiência capaz de despertar os estímulos sensoriais auditivos, visuais e o tato.

Esta é a quinta edição do Circuito Ambiental na TECNOSHOW COMIGO. Em 2007, o tema inaugural, de autoria de técnico em educação ambiental da Emater-PR, Hamilton José Lisboa (in memorian), foi: Planeta Terra: a casa que eu te aluguei. A propósito, o Circuito leva o nome de Hamilton.

Tema: Um copo de esperança

O conceito de sustentabilidade está cada vez mais disseminado entre a população e os diversos segmentos econômicos mundiais. Hoje, o produtor rural reconhece que é necessário aliar o viés econômico e ambiental para garantir competitividade no mercado. A sociedade também precisa fazer sua parte nos grandes centros urbanos. Entidades e empresas de qualquer setor têm procurado ofertar produtos que não causem nenhum tipo de agressão ao equilíbrio ambiental. 

É com essa visão, de que é preciso ampliar esse conceito de sustentabilidade, que a TECNOSHOW COMIGO 2012 dará continuidade ao projeto Circuito Ambiental, tendo como foco, em 2012, a Inteligência Emocional. A intenção dos organizadores da feira é informar e impactar o visitante sobre o papel de cada um para garantir a preservação do meio ambiente e como é possível suprir suas necessidades, sem comprometer o futuro das próximas gerações. 

Serão preparados 38 cenários em um novo espaço de 300 metros quadrados no Centro Tecnológico COMIGO (CTC), com ambientes que vão proporcionar à pessoa a percepção do mundo em que vive, por meio da descoberta de oportunidades e ameaças para o desenvolvimento sustentável. 

O idealizador do tema e engenheiro agrônomo da COMIGO, Eduardo Hara, estima ainda que o público entenderá a mensagem proposta pelo espaço e refletirá sobre o seu papel na sociedade quando se trata de sustentabilidade.

Tema: As Boas Práticas Ambientais nas Propriedades Rurais e o Código Florestal Brasileiro

Desenvolver uma atividade produtiva economicamente viável, socialmente equitativa e ecologicamente sustentável. Com esta temática, a sexta edição do Circuito Ambiental abordará "As Boas Práticas Ambientais nas Propriedades Rurais e o Código Florestal Brasileiro".

Realizado durante a Tecnoshow COMIGO, enfatizará uma visão voltada para a sustentabilidade em torno de uma noção de eficiência no uso dos recursos do planeta. Simultaneamente, apresentará os principais pontos da legislação presente no Código Florestal de forma simplificada. Em um ambiente didático, o visitante conhecerá através do emprego de 40 cenários as diversas formas de produção sustentável onde se almeja uma relação de equilíbrio ecológico. 

Em relação ao Código Florestal, a complexidade do tema e as discussões referentes ao assunto levantaram muitas dúvidas, principalmente no produtor rural, sobre os parâmetros legais para o exercício da atividade agropecuária e adequação da propriedade conforme o mesmo. Sobre o assunto, existe ainda a proposta de inserção de novas diretrizes regionais dentro do Novo Código Florestal com o intuito de atender as demandas especificas de cada ecossistema.

Tema: Saneamento Básico Rural

Em um percurso de 300 metros quadrados serão apresentados dois cenários distintos, com informações e ações diversificadas em cada um, para orientar os visitantes sobre a importância do saneamento básico rural. Este será o foco da 8ª edição do Circuito Ambiental da TECNOSHOW COMIGO 2014, que pretende chamar a atenção do público para os cuidados que devem ser tomados em relação ao tratamento da água nas propriedades rurais, a recuperação de nascentes, tratamento de esgotos, entre outros. 

A proposta é inovar e trazer informações novas aos produtores, estudantes e demais públicos que vão percorrer o espaço, mostrando que é possível promover mudanças e adequações no meio rural para melhorar ainda mais os cuidados com o meio ambiente e recursos naturais.

Tema: Planeta Inseto

Os insetos compreendem o mais numeroso grupo de animais do mundo, com aproximadamente 1 milhão de espécies conhecidas. Com diferentes formas e tamanhos, muitos os consideram "insignificantes" ou mesmo "incômodos", mas possuem significativa relevância no equilíbrio do ecossistema. Além disso, representam mais da metade dos seres vivos do planeta e são responsáveis por uma diversidade de coisas como, por exemplo, a reprodução de plantas ou mesmo a transmissão de doenças.

Com o intuito de conscientizar as novas gerações sobre a importância deste tema, a COMIGO, em parceria com o Instituto Biológico, apresenta a exposição "Planeta Inseto". Com uma abordagem pedagógica, demonstra as características destes insetos, sua importância dentro do meio ambiente e demais curiosidades.

Tema: Novo Espaço Ambiental

Umas das novidades da TECNOSHOW COMIGO 2016 será o Espaço Ambiental, que passará a assumir o lugar do Circuito Ambiental, realizado nas edições anteriores. A ideia de se mudar o nome e o formato partiu da necessidade de se integrar ações de cunho ambiental dirigidas ao público dos produtores rurais. As estações serão montadas na região próxima às caixas de água.

Neste novo formato os visitantes da feira irão passar por estações onde, em cada uma, serão demonstradas soluções, ferramentas, ações ou ideias que o produtor pode aplicar em sua propriedade para reduzir os impactos ambientais. Muitas dessas soluções são também aplicáveis à zona urbana e por isso teremos assuntos de interesse geral.

Estações

Águas Negras:  O sistema está sendo trazida pela Emater (MG) para evitar a contaminação do solo e da água e diminuir a incidência de doenças. É um sistema fechado, ou seja, estanque, e não há saída de água, seja para filtros ou sumidouros.  Esse modelo retém a parte sólida dos resíduos em um sistema fechado e permite a evaporação da água. 

Círculo De Bananeiras: Uma parceria com a Emarter (RS), apresentando um sistema para tratamento das águas cinzas, conhecido como círculo de bananeiras ou CdB. Uma vez que se cria uma condição para que as raízes das bananeiras possam filtrar as águas servidas.

Recuperação De Nascentes: Uma parceria com a Emater (MG), onde será demonstrado o passo-a-passo para a recuperação e proteção de nascentes. 

Polícia Ambiental: Uma parceria com a Polícia Ambiental do Estado de Goiás que trará o projeto Educação Ambiental. Nesta estação cada visitante irá ver diversos animais silvestres empalhados, saber o seu nome, conhecer suas características, hábitos, sua função no meio ambiente se estão em extinção e diversas outras particularidades. 

Estação Comigo: Uma outra estação será a da COMIGO que está expondo, através de uma exposição e materiais gráficos, as ações ambientais que a Cooperativa desenvolve. 

Tema: Biomas do Brasil

“Conhecer para valorizar. Conhecer para preservar”

Os biomas constituem unidades biológicas ou espaços geográficos caracterizados de acordo com o macroclima, fauna, aspectos da vegetação, solo e altitude. Tais características que formam uma comunidade de plantas e animais serão apresentadas nesta edição da TECNOSHOW COMIGO, dentro do Espaço Ambiental (antigo Circuito Ambiental).

Em parceria com a Embrapa Meio Ambiente (Jaguariúna) visa despertar a sociedade sobre a importância de preservar e conservar o meio ambiente. 

O espaço será divido em seis biomas brasileiros: Pampa, Mata Atlântica, Pantanal, Amazônia, Caatinga e Cerrado. 

A ideia é que o público, ao caminhar pelo trajeto, possa conhecer as características de cada bioma com detalhes relativos à vegetação, clima (experiência sensorial), relevo, dentre outros, incluindo representações culturais de cada região, com destaque para o Bioma do Cerrado.

A iniciativa conta ainda com o apoio da Universidade de Rio Verde (UniRV), Secretaria do Meio Ambiente de Jataí e demais unidades regionais da Embrapa.