Foto
07 abr

Especialista reforça papel da agricultura digital nos resultados de plantio


Durante palestra na TECNOSHOW COMIGO, engenheiro apresentou possibilidades de ganhos para o produtor ao reduzir prejuízos e acelerar ganhos

 

A utilização de tecnologias como GPS e monitoramento de colheita já são comuns na atividade diária do produtor rural. Além da praticidade, esses avanços tecnológicos estão trazendo outro benefício: a coleta de informações em nuvem que geram relatórios ao produtor rural. Com o objetivo de esclarecer dúvidas, a TECNOSHOW COMIGO trouxe para a feira uma palestra do engenheiro Fabiano Cassimiro, para falar sobre o conceito de Agricultura Digital e mostrar a aplicabilidade para o agricultor.

 

Com o propósito de aumentar a produtividade e reduzir os custos, a agricultura digital consegue, através de sensores instalados em equipamentos de plantio, colheita e pulverização, dados para que se obtenha o desempenho máximo de produtividade. Segundo Cassimiro, com o acesso a esse banco de dados é possível estabelecer informações como a melhor época de plantio, a semente e adubação correta que deve ser aplicada. “Essa é a grande transformação que o agronegócio está passando, ela traz um resultado em forma de relatórios que ajuda o produtor a tomar melhores decisões”, explica.

 

Conforme argumenta, a partir de um projeto de plantio mais preciso, o agricultor diminui os prejuízos e acelera seus ganhos. Por meio desses relatórios, Cassimiro conta que há uma redução considerável nos custos e, também, um aumento do desempenho por hectare pela correção de erros que passam despercebidos durante o cultivo. “Sem dúvidas há o impacto produtivo em resultados para o produtor”, afirma.

 

Para o engenheiro, sempre há um pouco de receio do público quando se trata de novidades, mas a palestra busca ajudar a despertar a curiosidade para uma ferramenta que no futuro será indispensável. “Sem dúvida nenhuma, uma semente é plantada junto aos produtores para que possam ir atrás e pesquisar como isso pode se encaixar na realidade deles”, conclui.


Compartilhe:

Google +